Luz e Sombra

Friday, June 24, 2005

"Animal Farm" by George Orwell

Li "Animal Farm" em inglês. A razão foi muito simples: aumentar o vocabulário e domínio da língua inglesa para o exame que estava a chegar (correu bem!). Infelizmente tenho muito o hábito de só ler livros em português e todos sabemos o quanto se pode perder nas traduções!

No início estava a ler "Animal Farm" como uma simples fábula, sem saber muito sobre o seu verdadeiro significado. Após as primeiras 20 páginas sabia-me a pouco! Queria tirar muito mais do livro do que o que estava a obter, espremê-lo até ao tutano. Comecei a fazer pesquisas na internet, a examinar toda a simbologia das personagens, e foi então que todo um admirável mundo novo se abriu para mim.

"Animal Farm" é a história do Estalinismo e da Revolução Russa. Orwell, numa alegoria, utiliza os animais para representar pessoas iminentes da Rússia 1917/1939. Vejamos alguns exemplos,

Mr. Jones, dono da “Manor Farm” representa Czar Nicholas II, ambos perdem o controlo do que administram, Mr Jones é expulso da “Manor Farm” numa alegoria a Czar que perde o domínio da Rússia;

Ironicamente, “livres e iguais” os animais procuram um líder;

Os porcos são os mais brilhantes e trava-se uma disputa entre Snowball (Trotsky) e Napoleon (Stalin);

Napoleon (Stalin) luta com Snowball (Trotsky) e acaba por expulsá-lo da Manor Farm;

Alguns animais:

Squealer – porco que transmite as decisões de Napoleon e com persuasão convence todos os outros animais que Napoleon está certo! Simboliza a máquina de propaganda de Stalin

Boxer – Cavalo que nunca duvida ou põe em causa as ordens e decisões de Napoleon, para ele Napoleon tem sempre razão e o seu lema é “ I´ll work harder”. Representa os proletariados, mais fáceis de convencer, sem grandes capacidades intelectuais...

(...)

E muita mais simbologia impregna todo o livro. Temos até a Igreja representada pelo Corvo... Isto foi só um cheirinho!

No final, os porcos tornam-se indistinguíveis dos humanos e o sistema que volta a vigorar é o totalitarismo.

O poder corrompe qualquer um, não somos de confiança, os mais fortes explorarão sempre os mais fracos acabando com todos os seus sonhos...

Este livro marcou-me profundamente!

7 Comments:

  • só vi o filme, mas fez-me chorar a cena do cavalo.
    ler originais é sempre bom (na língua original).

    By Blogger aquelabruxa, at 11:44 AM  

  • Ainda bem que gostaste. Se ainda não o fizeste, lê o 1984 dele. Tem bastantes semelhanças com o Animal farm por isso é bastante provavel que também vás gostar desse.
    Já agora, se quiseres praticar o inglês, experimenta o 'Zero hour and other modern stories' que há na nossa biblioteca - é perfeito para isso :)

    Paulo
    http://mentalstring.net

    By Anonymous Anonymous, at 1:59 PM  

  • Agora falta ouvires (e leres) atentamente o álbum Animals dos Pink Floyd ;-)
    SilentChild

    By Anonymous Anonymous, at 3:01 PM  

  • Benvinda ao desconcertante e perturbador mundo de George Orwell! Ele não criou apenas metáforas dos perigos dos regimes sociais e políticos modernos: alertava, ainda mais, para o Lobo dentro do Homem e para a sua desumanização.

    By Anonymous Anonymous, at 3:04 PM  

  • Já aí lhe disseram, vá ao 1984. E depois siga-o, que é bem interessante noutros textos
    E este post envelheceu-me, a última vez que li o livro ainda não havia www, foi mesmo em 1984. É uma descoberta, é.

    By Blogger jpt, at 9:25 PM  

  • Ainda não li, mas a tua descrição aguçou me o apetite. Vou tentar arranjar em russo. Sim, ler em ingles é melhor, mas pelo tipo do livro que é, duvido que aguentarei muitas páginas em ingles, por isso mais vale ler numa lingua em que vou terminar garantidamente. Não será este livro uma visão americana da realidade russa? Não é sempre distorcido quando visto por fora? E a desordem que leva a totalismo não será o destino de todos os paises que expulsaram os seus lideres e entregaram-se ao primeiro fala-barato que apareceu e transformou em terror a vida? Não será o caso do Fidel na Cuba, do Pinoche no Chile, de Mão Ze Dun (ou não sei quem foi que começou) na China? A história é tão repetetiva que bem precisava de um (muitos) livro que gozasse(m) com ela.
    E depois lembro me sempre de uma frase: Um escravo não sonha com a liberdade, sonha em ter os seus escravos! E uma outra frase: Não há pior lider do que aquele que nasceu na escravatura. (não sei se está bem traduzido, mas a ideia é esta). Daí o totalismo, a crueldade, a inflexibilidade... Uma pessoa que nasceu com a mente escravizada nunca conseguirá ser um bom guia para um povo, irá sempre tentar vingar as suas mágoas, nunca será imparcial.:)

    Estou outra vez a falar muito...
    Vou voltar ao trabalho:)
    Beijinhos

    By Blogger Dasha, at 2:45 PM  

  • nunca li...mas fiquei curiosa! lol

    ah! ja li o livro que me emprestaste...tenho que o devolver!! :)

    By Blogger Ana João, at 4:02 PM  

Post a Comment

<< Home


 

referer referrer referers referrers http_referer